AMOR E LUZ

Quem me conhece sabe do amor que tenho em fotografar famílias. Acredito demais na importância que um pai e uma mãe têm em formar alguém de caráter. No final de 2014 até o mês de maio de 2015, tive a alegria de acompanhar mais uma família que está se formando. Vitor e Carol, pais do tão esperado Benício, deram-me a honra de fazer “mini sessions” a cada mês da gestação. Fotografamos na praia, no jardim, em casa, mas as fotos que mais gostei foi a que fizemos no pôr-do-sol da Praia do Jacaré (Cabedelo – Pb). Luz é o que não falta nesse lugar, o que se torna um prato cheio pra qualquer pessoa que ama fotografia, e se falarmos em amor, é tudo o que conseguimos enxergar ao olhar para esse casal.

Foi pensando nisso que surgiu a ideia de compartilhar um pouco sobre o efeito que a luz pode causar numa imagem. Para isso, separei duas fotos com o antes e depois dessa família. As pessoas sempre me perguntam se uso algum aplicativo mágico, onde importo a foto, clico em algum filtro e plim: eis a foto perfeita! Existem alguns aplicativos muito bons para celular que ajudam na edição de imagens (os que mais uso são VSCO e Afterlight), mas o aplicativo tem seus limites e nem sempre você fará mágica. A foto precisa ser pensada antes da captação. O aplicativo deve ser um complemento na composição do que você quer transmitir com determinada imagem. Carol 1

Para fotos profissionais, uso um programa que considero completo (Adobe Photoshop Lightroom), mas para conseguir o efeito desejado, preciso pensar nos elementos da foto separadamente. A primeira coisa que tenho em mente ao editar alguma foto é qual o sentimento que quero transmitir. Em se tratando de família e nascimento de um bebê, resolvi usar a luz ao meu favor. Isolei o casal na foto criando uma máscara (ferramenta que permite trabalhar em áreas especificas da foto, sem alterar a imagem toda), reduzi o excesso de luz no céu, realcei minha cor favorita (azul) e de quebra consegui a silhueta do casal e o detalhe do contorno do sol, destacando a barriguinha da mamãe Carol. Ah! Não posso esquecer de falar da árvore, que considero a coadjuvante da foto. Assim que cheguei no local, vi que a árvore era top e que daria uma linda composição. Minha dica para quem fotografa ou deseja começar nesse ramo: árvores sempre deixam as fotos lindas, além de transmitir essa ideia de vida e crescimento. Mais uma vez eu digo: a foto precisa ser pensada antes da captação.

Carol 2

Nessa foto, resolvi usar a luz contrária do sol no rosto do casal. Na hora que tirei a foto, gostei do posicionamento, da expressão que fizeram, mas percebi que o excesso de luz atrapalhou um pouco a nitidez do rosto deles. Nessas horas nunca deleto a foto de cara, pois sei que para esses detalhes o Lightroom funciona super bem. Mais uma vez usei uma máscara, isolei o rosto deles e tirei a luz que estava atrapalhando. Aproveitei e acrescentei um contraste para ajudar a definir o contorno dos rostos. A foto ganhou mais vida, só porque agora consigo identificar a alegria na expressão dos pais de Benício. E que ele venha trazendo muita alegria para toda família!

Compartilhar

Deixe um comentário